Habitante Irreal, de Paulo Scott

‘Habitante Irreal’ é o primeiro livro que leio e considero que a narrativa se sobrepõe à própria história. O autor se utiliza de recursos como frases longas e cheias de ideias, frases curtas carregadas de tensão, aspas inesperadas, vozes narrativas que se intercalam entre as personagens, alguns capítulos escritos em forma de notas de rodapé e títulos de capítulos indecifráveis (algo como “metais de sacrifício”). Essa junção de ‘efeitos’ fez de ‘Habitante Irreal’  um dos livros mais distintos que já li.

Os recursos literários que o autor usa para contar a história muito me instigaram a leitura. Um enredo quase que piegas (um branco que se apaixona por uma índia durante período pós-ditadura, sofre desilusões políticas, etc) que surpreende por ser destrinchado de forma inusitada. O que de início pode parecer previsível se revela como incomensurável no percorrer das páginas do livro. Uma tragédia relatada de forma angustiada, muitas vezes de forma a parecer oralizada, talvez para que o repasse de informações seja tão rápido e preciso quanto num relato falado.

‘Habitante irreal’ é o sétimo livro escrito pelo gaúcho Paulo Scott. Vencedor da bolsa de criação literária da Petrobras, demorou seis anos para ser escrito. Depois de pronto, ‘Habitante Irreal’ conta a história de Paulo, um estudante de Direito politicamente engajado e desiludido com o Partido dos Trabalhadores. Paulo conhece Maína, uma índia de 14 anos e com ela tem um filho que se chamará Donato e dará sentido ao título do livro. O relacionamento de Paulo e Maína é o início de um desenrolar que irá incluir as histórias do casal Luisa e Henrique, da jovem Catarina, e da francesa Rener, além de tocar em questões como o abandono dos indígenas, a vida ilegal dos brasileiros em Londres e o incesto.

‘Habitante Irreal’ é um livro pretensioso. E surpreende por conseguir impressionar o leitor à altura das pretensões que se propõe. Já faz parte da minha lista de melhores de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s