Citando

‘..as coisas têm de ser como são e como sempre foram; quero dizer que as grandes coisas são reservadas aos grandes, os abismos para os profundos; as delicadezas e comoções para os sutis; e, claro, tudo o que é esquisito para os esquisitos.’

(Enrique Vila-Matas em ‘Ar de Dylan’)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s