Citando

‘Se eu passasse a noite aqui tu não reconheceria meu rosto de manhã?

Sinceramente? Não.

Tu é a única pessoa do mundo com uma boa desculpa pra isso.

Ela deixa a lata vazia no peitoril e se vira para ele.

Mas será que não ia reconhecer mesmo?

Nunca aconteceu.

Nem se fosse uma noite muito, muito boa?

Não vou te dar falsas esperanças, Dália.

O que seria da gente sem falsas esperanças?’

(Daniel Galera em ‘Barba ensopada de sangue’)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s