Duas listras

Duas listras mudaram completamente a minha vida. Uma ao lado da outra elas sinalizavam positivo para uma gravidez. E assim eu descobri que não era somente uma. Dentro de mim havia mais de uma vida, uma pessoa completamente nova e entregue aos meus cuidados a partir dali.

Desde esse dia eu descobri que gestação é chegada. Nove meses e o bebê vai chegando aos poucos. No início, pra mim, ele chegou em forma de náuseas, mal estar, muito sono, cansaço, desânimo. No correr das semanas a chegada transformou-se em emoção a cada nova ultrassom. As batidas do coração e o mover do bebê tornavam palpável o que antes era abstração.

Depois foi a hora de saber o sexo: menina. Escolher um nome: Carolina. E a abstração revestiu-se de cores, entusiasmo das pessoas que me rodeavam e uma emoção latente dentro em mim. Eu serei mãe.

Há dias bons, onde os sintomas de chegada se anunciam de forma não invasiva ou dolorida, onde as perspectivas se anunciam boas. Há dias de dores físicas e emocionais, de medos, lágrimas, incertezas.

A gestação é chegada. E a cada novo abrir das portas e janelas dentro dentro de mim pra receber esse novo ser me sinto diferente. Sinto minha visão expandida. Passei a entender que as chegadas aos poucos nos preparam para nosso encontro. Em breve nascerá Carolina. Em breve nascerei como mãe. Nos reconheceremos nos nossos novos papéis, nos acolheremos. Nascimento é encontro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s